Acompanhantes | Contos Eróticos | Abusado
Acompanhantes | ASSINE JÁ | Fale Conosco | Foto do Dia | Galeria de Fotos | Novidades | Página Inicial | Vídeos
Categorias: Total de 7.641 contos
BizarroFetichesGaysGrupalHéteroLésbicasSadoMasoquismoBusca

Minha aluna Por: Klaus.
Avaliação geral:
Minha avaliação:Assine
Visitas:1.267

Anos atrás eu dava aulas na Faculdade de Tecnologia de uma importante Universidade aqui em S.Paulo. Na época tinha 44 anos.Marisa, uma de minhas alunas estava sempre se oferecendo pra me ajudar com a distribuição do material e outras coisinhas. Nunca pensei que ela me paquerasse e só fui descobrir isso num final de tarde de sexta feira quando os alunos me convidaram para um chopinho. Marisa sentou-se ao meu lado e sempre que podia me tocava. Ou na mão, ou nos braços e colocou inclusive a mão em minha perna.Ela era uma garota bonita e tinha um corpo muito interessante. Devia ter uns 22 anos.Eu morava a poucos metros da faculdade, porisso ia a pé para minha casa, e o pessoal sabia dissoNessa tarde, quando eu já me levantava para ir embora, Marisa me perguntou se podia ir comigo porque ela não estava passando muito bem. Achei esquisito, porque até aquela hora ela estava bebendo com todos e até cantando. Mas levantamos e saímos.Perguntei se ela queria ir a alguma farmácia ou num pronto socorro e ela dizia que não, que só precisava descansar um pouco. Marisa sabia que eu morava sozinho. Naquela época eu ainda estava solteiro.Levei Marisa para meu apartamento, ofereci-lhe uma toalha e sugeri que talvez um banho a fizesse melhorar. E foi o que ela fez. Mas, saiu do banheiro apenas enrolada numa toalha e pediu para deitar-se um pouco.Como só tinha minha cama de casal no apartamento ela deitou-se ali mesmo.Enquanto ela descansava fui tomar meu banho.Quando voltei para o quarto, Marisa dormia, ou fingia dormir, mas deixava a mostra todo seu corpo descoberto. Podia ver suas pernas , coxas , sua xaninha, seus seios, tudo. Aliás, aquela visão me deixou muito excitado. Fiquei para , de pé, apreciando aquilo e meu pau ficou duríssimo.Como não tinha certeza se ela realmente estava doente nem toquei-a. Mas também de toalha me deitei ao seu lado para descansar também.Logo Marisa levantou-se e foi ao banheiro fazer xixi e agora era minha vez de provocá-la. Descobri meu pau e deixei-o a mostra e fiquei com os olhos semi-cerrados observando a reação de Marisa.Quando ela voltou e viu meu pau ainda meio duro ela sentou-se ao lado da cama e ficou observando.Olhou fixamente para ele por uns 3 ou 4 minutos e depois, colocou a mão bem de leve sobre ele. Claro que foi ela tocar nele que ele começou a crescer. Ela então segurou ele firme com a mão e deixou que ele crescesse na mão dela. Eu continuava a fingir que dormia. Marisa não teve dúvidas, quando ele ficou duro e inchado ela meteu ele na boca. Nessa hora eu já não podia fingir mais que dormia.- Já melhorou, Marisa?? – perguntei-lhe enquanto ela me chupava.- Estou tomando remédio agora.- ela respondeu rindo.Mariso chupou bem gostoso meu pau. Depois de algum tempo fui retribuir. Deitei-a ao meu lado e fui chupar seu grelinho. Marisa gemia gostoso.- Aiii professor.................tá gostoso..........me chupa gostoso.......Chupei gostoso até lea gozar em minha boca.Depois fui lambendo sua barriga, seus peitinhos e seu pescoço e enterrei meu pau na bucetinha dela num papai-mamãe bem gostoso.Marisa levantou bem as pernas e me ofereceu toda sua buceta pra eu socar meu pau nela.- Mete professor............mete gostoso............que pau gostoso............- Toma Marisa............sente meu pau..............mexe gostoso safada.........Marisa gozou rapidinho e virei-a de bruços e enfiei na sua buceta por trás. Podia sentir meus pelos roçando na bunda dela e eu fodendo gostoso.- Mexe Marisa............mexe gostoso.......fode minha safada............- Vai.......vai professor.................me dá sua porra...............vai............Gozei gostoso em cima dela.Ficamos papeando por um bom tempo ali na cama , mas eu queria comer a bundinha dela.Marisa estava com medo, porisso a penetração foi bem lenta.Ela foi relaxando e meu pau foi entrando até me encostar em sua bunda.Segurei-a forte pela cintura e meti gostoso.- Toma Marisa..........rebola no meu pau minha putinha.................mete tesão.........- Aaaaiiii professor.............tá gostoso...............me fode Paulo...............assim..........- Toma.........toma meu cacete minha vadia...............toma minha porra........- Vem....me dá............me dá sua porra................eu vou gozar..........- Toma.................toam tudo..........olha meu leitinho..........- Aaaiiiiiiii.......deliciaaaaaaaa..........fodeeeeeeee.............uuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiFoi uma loucura.Marisa e eu transamos diversas vezes aquele ano, até que ela arrumou um namorado.Klaus-3000@hotmail.comAnos atrás eu dava aulas na Faculdade de Tecnologia de uma importante Universidade aqui em S.Paulo. Na época tinha 44 anos.Marisa, uma de minhas alunas estava sempre se oferecendo pra me ajudar com a ...



Quer ler todo esse conto? Assine já!


Voltar
©Copyright 2000-2018 - Todos os diretos reservados
http://www.abusado.com.br
A revista mais ABUSADA da internet.

ATENÇÃO: A Revista Abusado não se responsabiliza pela veracidade e pelo conteúdo dos contos uma vez que todos foram enviados por seus visitantes.

Caso o conteúdo seja impróprio ou ofensivo, clique aqui e denuncie.